Tudo o que eu queria…

28 01 2012

… era uma chance de transmitir com meu corpo o sentimento que aflorou em mim, porque é impossível traduzir em palavras…

Anúncios




9 01 2012

Meus problemas se dissolvem com a fumaça.

Meu sentimento quente como a brasa.

Quando te vejo assim tão linda.

Sinto um alívio maior que me dá a nicotina.

Vejo esse meu amor como um cigarro infinito.

Que quero deixar-me consumir nesse momento bonito.

.

.

.

Sim, tenho uma certa pessoa em mente.





O título desse poema vai no final

23 11 2011

Ela me puxa e empurra

Do trabalho

Essa morena amarga

Ou doce

Que não se decide

Mas preciso

Ela me comanda e domina

Cafeína





Vento

19 11 2011

Ouço no vento a sua voz que nunca ouvi. Sinto seu cheiro que nunca sinta. O curvado dos seus lábios. O movimentos dos seus cabelos. A luz do seu sorriso.

Dizem que sou louco por viver num sonho com você aqui do meu lado.

Mas o que me enlouquece é essa realidade, que eu não posso te tocar.





Bordeaux

16 11 2011

O líquido que verte do caminho vital,

espalhando e esparramando e dissipando.

E percorrendo e escorrendo.

E esvaindo.

Da ferida.

De eu a ti?

Ou de ti a mim?





O Lago

16 11 2011

Eu sou lago.

Vocês as carpas.

Estou ali à sua volta.

Mas vocês não vêem.

Sem mim vocês não vivem.

Sem vocês não tenho vida.





Döden

12 10 2011

A morte vem, um dia. Para todos.

Quando você menos espera. Quando você já sabe. Ou quando você a traz para si.

Em qual desses você se encaixará?

Tenho momentos, estes encaixados na terceira parte.

Mas não… Não vou lhes dar esse gostinho de se livrarem tão fácil de mim.

Ainda dá pra espremer um pouquinho do meu prazer sádico de importunar vocês… ♥