Acidentes de Trabalho

17 02 2012

Acho que existem alguma profissões que acredito que não se pode de MANEIRA ALGUMA tropeçar. São algumas delas:

1) Operários em fábricas de sub-produtos de carne;

Daí pro meio de um BigMac é um pulo

2) Fritadores de batata-frita;

Tratamento radical contra as espinhas: faça elas derreterem (junto com a sua pele)

3) Eu;

Não, eu não vou correr pro abraço!

Pois eu passei um momento de sufoco hoje exercendo meu ofício. Estava lá eu, maroto e serelepe realizando a etapa mais gratificante do trabalho – separando a roupa suja – e me deparando com as surpresas costumeiras: papel de bombom, embalagem de chiclete, chicletes mastigados, sabonetes empentelhados, poeira aglomerada, coisas normais…

Até que eu desembrulho uma trouxa e no meio tinha uma camisinha, tinha uma camisinha no meio da trouxa. Aí você pensa: “Porra Rafs! Você tá separando roupa suja de motel, você DEVERIA esperar por camisinhas utilizadas!”. Pois bem, meu caro leitor, o problema é que de vez em quando é possível identificar como foi utilizado o preservativo. Por exemplo, quando ela vem com algumas manchas vermelhas… Já deu pra entender.

Só que essa tinha manchas de outra cor…

Marrons…

.

.

.

1 + 1 = 2!

Enfim, após essa nada agradável descoberta, continuei separando a roupa suja, sempre mantendo em mente a localização daquela ameaça. Porém, como todos sabem que existe um deus Troll, aconteceu um imprevisto! Enquanto eu estava lá separando as trouxas, eu pisei em cima da ponta de um dos lençóis. Tudo bem, acontece. Mas meu pé ainda estava sobre essa ponta quando eu puxei esse lençol em específico, e eu perdi o equilíbrio!

CRÊNDEUSPAITODOPODEROSOSENHORPAIDEJESUS

E adivinhem pra qual lado eu caí! Exatamente, meu rosto estava alinhado com aquela prova física de uma relação sexual não natural entre dois humanos. Mas, numa explosão de reflexos ninjas, eu achei um ponto seguro – notem o grifo na palavra – para apoiar minhas mãos no chão e evitar dar um beijo grego indireto em algum desconhecido.

Pois é, essas coisas só acontecem comigo… Eu ainda me pergunto porque estou trabalhando com isso… E depois eu lembro que eu preciso da grana…