Uma palavra que eu odeio

21 12 2011

Nenê

-_-





Valorizar, você está fazendo isso MUITO errado

10 12 2011

Eu não sei qual foi o erro na evolução humana que culminou nisso, mas eu acho que tem algo MUITO errado nessas relações interpessoais/sociais entre homens/mulheres e mulheres/homens e etc. Ou pode ser que eu tenha uma visão meio utópica quanto a isso, mas enfim…

Uma coisa que me impressiona – e muito provavelmente não sou eu – é o quanto de caras legais que ficam sozinhos em uma festa. Tipo gente de bem mesmo, que gosta de alguma garota/o especial, mas que não consegue levar pra frente tal relação específica. E muitas vezes não é por falta de tentativa. A pessoa vai lá, com toda a sinceridade, diz o quanto gosta e quer o bem da pessoa, e quer fazer aquele sorriso lindo que ela tem surgir por causa de si, e recebe um “Ah, eu também gosto de você, mas não desse jeito”, e esta vai e pega alguém que simplesmente diz “Já é ou já era, gats?” e nunca mais vai olhar na cara dela!

Aí quando nós tentamos conversar numa boa porque essas coisas acontecem, a dita cuja diz que “tem que fazer charme, pra pessoa me valorizar”.

Sentido: essa situação não tem nenhuma

Entenderam o meu ponto de vista? É mais fácil simplesmentser indiferente e cortar, do que dar um sinal amarelo/passando pra amarelo! Poupa a alma do/a pobre coitado/a e ainda outras situações chatas!

Vou lançar a campanha “Me odeie, mas não me coloque na Friendzone!”, porque vocês não tão fácio, viu!?





O título desse poema vai no final

23 11 2011

Ela me puxa e empurra

Do trabalho

Essa morena amarga

Ou doce

Que não se decide

Mas preciso

Ela me comanda e domina

Cafeína





Vento

19 11 2011

Ouço no vento a sua voz que nunca ouvi. Sinto seu cheiro que nunca sinta. O curvado dos seus lábios. O movimentos dos seus cabelos. A luz do seu sorriso.

Dizem que sou louco por viver num sonho com você aqui do meu lado.

Mas o que me enlouquece é essa realidade, que eu não posso te tocar.





Bordeaux

16 11 2011

O líquido que verte do caminho vital,

espalhando e esparramando e dissipando.

E percorrendo e escorrendo.

E esvaindo.

Da ferida.

De eu a ti?

Ou de ti a mim?





O Lago

16 11 2011

Eu sou lago.

Vocês as carpas.

Estou ali à sua volta.

Mas vocês não vêem.

Sem mim vocês não vivem.

Sem vocês não tenho vida.





Fiz mais uma tattoo <3

27 10 2011